O Flúor e as Crianças

O flúor é importante para fortificar os dentes, protegendo-os das cáries. Porém, a quantidade de flúor deve ser controlada para evitar futuros problemas, como a fluorose dental, que pode atingir tanto os dentes-de-leite, quanto os permanentes.

O que é a fluorose?

Patologia causada pelo excesso de flúor, que em crianças se dá, geralmente, pela ingestão inadequada de flúor, em especial nos dois primeiros anos, quando as crianças tem dificuladade de cuspir. Elas acabam ingerindo através do uso do creme dental, no processo de escovação. A manifesttação inicial se dá na alteração de cor do esmalte, que pode assumir uma tonalidade esbranquiçada ou exibir pequenas manchas ou linhas brancas.  Nos casos mais graves, as manchas adquirem uma coloração acastanhada ou marrom, podendo haver até mesmo perda de estrutura dental.
Dentição com fluorose.

A escolha do creme dental para as crianças

Antes de tudo, lembre-se da importância de levar seu filho ao odontopediatra, desde o a erupção do primeiro dentinho, assim, ele avalia  a saúde bucal da criança e indica a melhor forma de realizar a escovação.

A Associação Brasileira de Odontopediatria e a Associação Americana de Pediatria, por exemplo, indicam o flúor desde os primeiros dentinhos do bebê, mas chamam atenção para que os pais usem somente a quantidade indicada para cada idade.
Procure nos rótulos uma pasta com concentração de flúor entre 1000 e 1450 ppm (partes por milhão). Essa informação encontra-se na parte posterior da embalagem. Concentrações inferiores a 1000 ppm não protegem das cáries.

A quantidade ideal de pasta dental

1. De 0 a 2 anos: a quantidade de pasta deve ser equivalente a 1/2 grão de arroz cru (0,05 gramas), 2 vezes ao dia;
2. De 2 a 4 anos é o equivalente a um grão de arroz cru (0,1 grama), 2 vezes ao dia, e;
3. Acima de 4 anos, um grão de ervilha (0,3 gramas), pelo menos 3 vezes ao dia.

A partir dos 4 anos, os pais já podem utilizar os cremes dentais de adultos. É bom lembrar que os pais devem supervisionar a quantidade de pasta dental, de preferência colocando-a na escova da criança.  Ah, e o ideal é usar escovas que tenham cabeça pequena e cerdas bem macias.
Se os pais usarem as quantidades recomendadas pela Odontopediatria, não se corre o risco de desenvolvimento fluorose e os dentinhos ficam mais protegidos das cáries. Combinado!?
Dr. Marvio Charles – Cirurgião Dentista – CRO 5704

#flúor #fluorose #cremedental #pastadental #pastadentalinfantil #cremedentalinfantil #cárie #confidents #esmaltedental

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.